Pior que tá , não fica?

Depois da derrota vergonhosa pro Brasil de Pelotas, essa coluna já não sabe mais o que escrever sobre o Coelhão. O time gaúcho, no meu entender, passaria vergonha jogando aquela peladinha que rola aos domingos no campinho em frente a Fiat e na beira da Fernão Dias.

Após 15 pontos disputados, temos apenas um, com uma diferença de 5 pontos para o primeiro time fora da zona. Zé Ricardo, após o golpe carateca do jogador do Brasil, ganhou 4 pontos na boca e já nos ultrapassou na tabela.

O Professor

47932017868_9cd280b25f_k

Crédito: Mourão Panda (@photompanda) / América-MG

Quando a escalação foi divulgada, a entrada do goleiro Thiago no lugar de Jori me incomodou. O novo goleiro chegou na terça-feira, treinou na quarta e já era titular na sexta, desbancando Jori que na minha visão vinha regular. O ponto fraco do Jori é o jogo com os pés, o que pode ser melhorado considerando sua juventude.

Além disso, Zé Ricardo precisou ser substituído após uma jogada covarde e o treinador Maurício Barbieri preferiu a entrada de Luiz Fernando, mais um que treinou apenas na quarta. Aqui já falei várias vezes sobre a má vontade geral com o Christian. É nosso melhor volante e vive sendo preterido. Aqui de fora, não sei o que acontece dentro do grupo para que isso aconteça. Christian pra mim seria titular.

Como um estudioso dos métodos de gestão e liderança, acredito que a atitude do novo treinador foi péssima. Manda uma mensagem ao grupo de que jogam os que ele quiser e não os melhores jogadores. Também mostra aos recém-chegados que estes tem “costa-larga”. E no momento que passamos, a última coisa que precisamos é um grupo desmotivado. Nosso grupo não tem a qualidade necessária para conseguir jogar sem que a equipe esteja motivada.

E como estamos em fase de asa negra, o novo goleiro ainda comete uma falha bisonha. Como diria Kátia a cega, “Não está sendo fácil….”

E chegam mais “reforços”

Apresentação do atacante Rafael Bilu e do lateral Diego Ferreira.

Crédito : Mourão Panda (@photompanda) / América-MG

Foram apresentados oficialmente Michel Bastos , Diego Ferreira ,William Maranhão e Rafael Bilu. Michel Bastos já chegou pedindo um tempo para o preparo físico, pois não joga profissionalmente desde novembro de 2018. Diego Ferreira atuou em duas partidas esse ano, e William Maranhão em quatro. Rafael Bilu fez uma partida oficial em 2018 e nenhuma esse ano. Inclusive será um prato cheio pros críticos da altura de Matheusinho, já que Rafael tem 1,65 m e é tão franzino quanto.

Os reforços não aumentam a qualidade do nosso elenco de forma substancial e só servem pra dar alguma satisfação a torcida.  Pode ser que vinguem é claro, porque futebol tem dessas coisas.

Amanhã haverá protesto na porta do CT e estaremos lá para cobrir e conversar com os presentes. Sou a favor do protesto, mas gostaria que fosse na CT e na Sede, que é onde o problema mora. Em campo, apoiaremos nossa paixão.

Grande abraço a todos.

Crédito da foto de capa: Mourão Panda (@photompanda) / América-MG

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s