O tempo não para…

“Eu vejo o futuro repetir o passado”, talvez Cazuza fosse americano e não se sabia… 

Outro ano com um período longo de Inter temporada, outra vez em que trocamos de treinador logo após esta parada, e assim vamos perdendo mais um ano, falhando em nossa missão de nos firmarmos como clube de série A.  

Felipe Conceição durante treino no CT Lanna Drumond – Foto: Estevão Germano / América

Após curta e tenebrosa passagem, trocamos o biscoiteiro Barbieri por Felipe “Tigrão” Conceição, uma unanimidade por outra. Quando houve o anúncio de Barbieri como nosso treinador a torcida unanimemente aprovou a ideia, profissional promissor, “estudioso”, buscando vingar… O que deu errado? 

Bem, talvez este elenco seja um abacaxi maior do que ele poderia descascar. Na sua curta passagem pelo clube, o time não engrenou, e continuou apresentando os mesmos problemas da última era Givanildo. 

Gerson Rocha, Felipe Conceição e Givanildo Oliveira durante treino na tarde de quarta-feira, 13/3/2019, no CT Lanna Drumond – Foto: Mourão Panda / América

A passagem de Givanildo neste ano durou 17 jogos, nos quais marcamos 27 gols e sofremos 19. Com o biscoiteiro foram apenas 7 jogos, no qual marcamos 6 gols e sofremos 12 gols. A diferença nestes números pode se mascarar um pouco no fato de a maior parte dos jogos do Giva terem sido do campeonato mineiro, entretanto e sintomático o fato de que, defensivamente o time ia mal com o interminável mestre dos magos americano e piorou com o Barbiere. 

Hoje somos o time mais fácil de ser vazado na série B, a cada 5.79 finalizações do adversário sofremos um gol, e para piorar um pouco, nosso time reage mal aos gols sofridos. Em um comparativo dos 15 minutos antes e depois de sofrer gols, nossa média de finalizações cai de 2.34 para 1.23 e a quantidade de passes trocadas diminui, caindo de uma média de 50.9 para 35.93. 

Ou seja, apesar de prezar pela posse, após sofrermos gols passamos e ter menos a bola e trocar menos passes e consequentemente, finalizar menos. 

Nosso ataque também caiu de rendimento com o aventureiro carioca, se nosso ataque não foi brilhante no início do ano, as mudanças feitas por Barbiere não ajudaram, e ao que pese o fato de o Viçosa não ser um primor técnico, ele e nosso artilheiro no ano, e foi deixado completamente de lado. E num ataque móvel comandado pelo Belusso em má fase passou a reter menos bola no ataque e a fazer menos gols. 

Maurício Barbieri durante treino no CT Lanna Drumond – Foto: Mourão Panda / América

E e neste ponto que mora o maior problema do Barbiere ao meu ver, o apego que ele teve a certos jogadores, que culminou em afastar o Christian ainda mais do time titular já de início, até o ponto de retirar o Zé Ricardo em prol do possante Maranhão. A mão dele pesou muito em trocar onde tínhamos o menor de nossos problemas, reforçamos o setor onde as peças que tínhamos eram melhores das buscadas a pedido do biscoiteiro, e nossos maiores problemas no elenco persistem… 

E ao que pese o fato de a diretoria ter evitado um Pardal batista 2.0 abortando a missão biscoito antes que fosse tarde demais, o Bonde do Tigrão se apresenta como um Tião Drubsky 2.0, novamente efetivamos alguém que já estava no clube cujo currículo não o credencia ao cargo, é que tal qual o mentor que o trouxe ao clube ano passado, e unanimidade na torcida de péssima escolha. 

E o que podemos esperar de nosso novo treineiro? O que esperar daquele que comandava os treinos para o Givanildo? O que esperar daquele que vê no Drubsky um exemplo de treinador? Bem… talvez só nos reste apelar ao Cazuza novamente, e cantar o Blues da Piedade
 
“Agora eu vou cantar pros miseráveis 
Que vagam pelo mundo derrotados… 
… 
Vamos pedir piedade 
Senhor, piedade 
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem.”

2 comentários sobre “O tempo não para…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s