“Ser ou não ser, eis a questão”

A famosa frase dita por Hamlet durante o monólogo da primeira cena do terceiro ato na peça homônima de William Shakespeare, vem muito a calhar com o sentimento de alguns torcedores do América.

Por mais que a questão pareça complexa , na verdade é muito simples.No caso da peça é exatamente isso : existir ou não existir e, em última instância, viver ou morrer.No caso do América, ser declarado campeão sem o término por completo do campeonato ou aguardar a definição de datas, caso isso ocorra, para jogar as partidas que faltam e por competência , ser declarado campeão de fato.

A campanha no Campeonato Mineiro de 2020 tem se mostrado irretocável, em que pese alguns jogos com queda de produção.Os números não mentem : 6 vitórias, 3 empates, com 15 gols marcados e 6 sofridos.Ùnico invicto!Palmas de pé do nosso público exigente (mesmo que um cotonete grite : vamo sentar!!!!!!)

A pandemia do covid-19 obrigou os governos mundiais a mudanças de conduta e isto acabou implicando em situações envolvendo o futebol pelo mundo todo.Puxa, logo agora que o América estava tão bem ….

Assim como Hamlet, que continua no drama : “Será mais nobre em nosso espirito sofrer pedras e flechas com que Fortuna, enfurecida, nos alveja, ou insurgir-nos contra um mar de provocações e em luta pôr-lhes fim?Morrer..dormir”A vida é cheia de tormentos e sofrimentos, e a dúvida de Hamlet é se será melhor aceitar a existência com sua dor inerente ou acabar com a vida.A dúvida do torcedor do América é ser declarado campeão já e celebrar o titulo justo ou aguardar se o campeonato continua ou não e guardar este grito na garganta por mais tempo?

É teste pra cardíaco!

Esta célebre e curta frase de um dos narradores esportivos mais famosos do cenário esportivo nacional, reflete o sentimento da torcida Americana.

Depois de um inicio de campeonato decepcionante na zona de rebaixamento, estamos há 3 rodadas do fim da série B com reais chances de subir para a primeirona.

Porém, ” é teste pra cardíaco “!

Segundo a American Heart Association (não é uma associação de torcedores do América…rs), cerca de 17,3 milhões de óbitos do ano são causados por doenças cardiovasculares e dentre os fatores associados , o que mais ganha destaque é o estresse.Apesar de difícil definição e medição, o estresse está relacionado a diversos eventos, dentre eles exaustão, ansiedade, sofrimento psíquico e dificuldades para dormir.Será que o narrador esportivo tem razão?

Independente disso e das variáveis de estresse ao longo do campeonato, tais oomo : Maranhão, troca de técnicos, pênaltis perdidos, juízes e diretoria, temos um remédio extremamente eficaz para tais situações de risco , que é a nossa TORCIDA!

Sendo assim, jogadores coloquem o CORAÇÃO NA PONTA DA CHUTEIRA e torcida apoiemos o América nos jogos do primeiro ao último minuto, que no final das contas estaremos na série A.

HAJA CORAÇÃO AMIGO!!!!