Causos do América #6 – A Fita Azul

Milagres (2000)

Marco Antônio Millagres, o maior ídolo americano sob as balizas, relembra a conquista da Copa Sul-Minas em 2000.

Festa pronta para comemoração adversária, mesmo após a vitória americana no primeiro jogo da final, mas quando o futebol é jogado com justiça dentro das quatro linhas, vence quem o mais preparado.

Causos do América é um quadro do Decadentes, onde atletas e torcedores contam as situações pitorescas pelas quais passaram com o Coelhão.

Quer contar o seu Causo? Grave sua história, pode ser no celular mesmo, e mande para contato@decadentes.com.br.


Download MP3 – Clique com o botão direito do mouse e escolha Salvar como / Save As

iPhone |  Android | Google Podcasts | SpotifyRSS  | TuneIn

Assita aos melhores momentos da última partida, de onde retiramos as narrações para o episódio:

Agradecimentos: Millagres (fb.com/marco.millagres | @Denissal) e Jotapê Saraiva do BrandBola (fb.com/BrandBolaAFC@BrandBola)

Continuar lendo

Decadentes #164 – América 1×2 Cruzeiro+Apito (Brasileirão 2018)

A situação se apertou. Estamos na Zona e o Pardal não mostra sinais de mudança no time que não consegue vitórias. Apertou, mas desistir, jamais.

CONVIDADO: FILIPE DE LEUCAS


Download MP3 – Clique com o botão direito do mouse e escolha Salvar como / Save As

Continuar lendo

Causos do América #2 – Jair Bala versus Nocaute Jack

No nosso segundo Causos do América, Jair Bala rememora uma história acontecida num clássico contra o Cruzeiro, quando ele se viu frente a frente com o lutador de telecatch e massagista celeste, Nocaute Jack.


Download MP3 – Clique com o botão direito do mouse e escolha Salvar como / Save As

Causos do América é um quadro quinzenal do Decadentes, onde atletas e torcedores contam as situações pitorescas pelas quais passaram com o Coelhão. no próximo episódio, o eterno capitão Wellington Paulo toma o microfone pra contar a sua história.

Quer contar o seu Causo? Grave sua história, pode ser no celular mesmo, e mande para contato@decadentes.com.br.

Agradecimentos: Jair Bala (Facebook, Twitter e Instagram) e BrandBola (brandbola.com) 

Continuar lendo

Coelhão foi melhor no clássico do que contra o Uberlândia

Uberlândia 0x3 América

Foto: Daniel Hott/América

Num primeiro momento, pode parecer loucura afirmar isso, não é mesmo? Poxa, o América quase não atacou o Cruzeiro e ainda perdeu, mas ganhou de 3 a 0 do Uberlândia com dois gols em menos de dez minutos!

Mas você não entendeu errado: na minha visão, o América foi melhor no clássico do que no jogo diante do Uberlândia. E há elementos para defender essa tese…

Coelhão no clássico

YouTube/CBF TV

No estádio do Governo de Minas, o técnico Enderson Moreira se equivocou ao colocar três atacantes, ainda mais um deles sendo Luan. Não conseguimos passar pelo adversário por falta de habilidade dos homens de frente e os deixamos trocar passes perto da nossa área, já que faltou um terceiro volante para impedir isso.

Pelo menos não demos muitas chances de gol ao Cruzeiro, pois a marcação (desde os atacantes) estava organizada e eficiente, tanto que só perdemos por um golpe de sorte. Se não dava para vencer com aquela formação de 4-3-3, pelo menos era para empatar ou esperar por uma sorte do nosso lado.

É fato que a primeira coisa que um técnico precisa fazer é acertar o sistema defensivo. E o América mostrou essa força no clássico.

Coelhão contra o Uberlândia

No interior, Enderson Moreira sacou Luan – e o esquema totalmente ofensivo –, experimentando Aderlan de ponta direita. Independentemente disso, fizemos dois gols em sete minutos, marcamos mais um no segundo tempo e poderíamos ter saído do Triângulo Mineiro com uma sonora goleada – não conseguimos por puro preciosismo.

Só que precisamos parar de comemorar aí, pois o placar não reflete o que foi o jogo.

Todos sabemos que o Uberlândia não é parâmetro de nada, ainda mais assustado com dois gols e com a torcida colocando pressão. Ou seja, ainda precisamos avaliar as opções ofensivas – laterais incluídos – em mais partidas.

O principal problema do América na partida foi a marcação, tanto perto da área quanto no meio-campo. Pode ser que o nervosismo do jovem goleiro Glauco tenha desconcentrado a dupla de zagueiros e os laterais, pois você fica mais preocupado em não deixar a bola perto da área e acaba se perdendo um pouco. O lance mais emblemático disso foi aquela bola cruzada que Glauco furou e bateu na cabeça de Messias, quase indo para as redes.

Serginho dá sinais de que pode ajudar ofensivamente, mas precisa dar mais combate na marcação também. Em alguns lances, ele nem se preocupou em cercar o adversário, o que é inadmissível no futebol de hoje, pois pode quebrar a marcação. David, que é conhecido por rodar a bola por causa dos passes, errou-os em sua maioria.

Se o Uberlândia fosse um pouco melhor, poderia ter diminuído o placar e colocado fogo no jogo, o que teria sido um desespero só! Eles não ficaram tão longe disso, mas ainda bem que deu tudo certo.

Chamou atenção também a confusão que Enderson Moreira arrumou nas substituições…

Com o América vencendo por 2 a 0, ele tirou David e colocou Gerson Magrão, em tese um jogador mais ofensivo. Por que não dar uma chance a Christian, que é volante e tem condições de disputar espaço com David?

Depois, sacou Serginho e colocou no lugar Capixaba, acabando com o homem da armação e voltando aos três atacantes, mesmo com o América vencendo por 3 a 0. Não teria sido melhor colocar Renan Oliveira ou Gerson Magrão, até para segurar o ímpeto ofensivo do time, diminuindo o desgaste físico?

Já aos 44 minutos, Enderson tirou Aderlan – ele não foi bem como ponta, mas vale ser mais testado – para colocar Renan Oliveira, teoricamente voltando com o camisa 10. Talvez agora fosse o momento de colocar Capixaba, mantendo o sistema com dois atacantes.

Conclusão

Se o América tivesse tido o mesmo comportamento de quando enfrentou o Uberlândia contra o Cruzeiro, teríamos sério risco de sofrer muitos gols. Cabe a Enderson Moreira avaliar se foi só por causa de Glauco que a marcação esteve meio desligada. Abrir 2 a 0 tão rápido pode relaxar os jogadores, mas isso não pode acontecer contra nenhum time.

É importante frisar, no entanto, que o caminho do América nesse início de temporada é promissor. Os jogadores estão confiantes, vencer de 3 a 0 após uma derrota no clássico mostra isso. É o primeiro passo para a permanência na Série A, mas ainda há muito caminho até lá. Continuemos fortes e sempre atentos para manter a evolução, corrigindo os erros.

Matheus Laboissière


ASSINE O CANAL E ACOMPANHE O PODCAST AO VIVO: http://www.youtube.com/decadentes/

ASSINE O PODCAST NO SEU SMARTPHONE: iTunes, Android, RSS, DeezerTuneIn

SIGA OS DECADENTES NAS REDES SOCIAIS:
Facebook: http://www.fb.com/DecadentesAMG
Twitter: http://twitter.com/DecadentesAMG
Aplicativo: http://app.vc/decadentes

Santo de casa não faz milagre…

Headere_Estatisticas_2018

Existe uma teoria de parte da torcida americana: técnicos mineiros no América respeitam demais a dupla fajuta.

Pra comprovar isso (ou não), o Decadentes fez um levantamento dos últimos 13 anos, de 2005 até hoje. Nesse período passaram pelo Coelhão 23 técnicos, mas somente 16 ficaram aqui tempo suficiente pra jogarem contra Atlético/Patético e Cruzeiro/Marias, são eles:

Os mineiros Léo Condé, José Angelo, Flávio Lopes, Vantuir Galdino, Procópio Cardoso, Alemão, Marco Aurélio, Mauro Fernandes, Moacir Junior e Enderson Moreira. E os forasteiros José Maria Pena, Nedo Xavier, Givanildo, Paulo Comelli, Silas e Sérgio Vieira.

Nesses 13 anos, jogamos contra a duplinha 52 vezes, entre amistosos e jogos oficiais, seja no mineiro, no brasileiro ou na primeira liga e nosso retrospecto geral é modesto: são somente 9 vitórias, 17 empates e 26 derrotas. Um aproveitamento de somente 28,2%.

Desses 16 técnicos, 10 nasceram em Minas Gerais e 6 são forasteiros. Entretanto, a quantidade de clássicos dirigidas por mineiros e forasteiros é bem próxima. dos 52 jogos, 28 foram dirigidos por mineiros e 24 por “estrangeiros”.

E, pelo menos neste período analisado, a teoria se comprova. Veja no quadro abaixo:

2005 a 2018 Vitórias Empates Derrotas Aprov
Técnicos Mineiros 2 9 17 17,9%
Técnicos Forasteiros 7 8 9 40,3%

Mesmo com 4 jogos a menos, os treinadores de fora das montanhas das alterosas têm um retrospecto maior que o dobro dos mineiros.

Dos citados acima, o que mais disputou clássicos é o velho  Givanildo “Mito” Oliveira com a marca de 18 clássicos nesse período sendo 6 vitórias, 8 empates e 4 derrotas, um aproveitamento de 48%.

Já nosso atual técnico, o mineiro Enderson Moreira (não confundir com o “Pospiranga”) não tem o mesmo desempenho, mesmo estando a quase 600 dias dirigindo o Coelhão mais heavy metal do mundo, não conseguiu uma única vitória em clássicos sendo 7 jogos até agora com um empate e seis  derrotas, retrospecto de 4,7%.

Veja nos quadros abaixo o retrospecto de todos os técnicos citados:

Técnicos Mineiros Vitórias Empates Derrotas Aprov.
Léo Condé 0 0 1 0,0%
José Ângelo 1 0 0 100,0%
Flávio Lopes 0 3 0 33,3%
Vantuir Galdino 0 0 1 0,0%
Procópio Cardoso 0 0 1 0,0%
Alemão 0 0 1 0,0%
Marco Aurélio 0 1 0 33,3%
Mauro Fernandes 1 3 5 22,2%
Moacir Junior 0 1 2 11,1%
Enderson Moreira 0 1 6 4,8%
Técnicos Forasteiros Vitórias Empates Derrotas Aprov.
José Maria Pena 0 0 1 0,0%
Nedo Xavier 1 0 0 100,0%
Givanildo 6 8 4 48,1%
Paulo Comelli 0 0 2 0,0%
Silas 0 0 1 0,0%
Sérgio Vieira 0 0 1 0,0%

Está na hora de pensar racionalmente e entender que em Minas existem três grandes: o América e outros dois  já citados acima, sendo assim é hora de  enfrentar a duplinha como se enfrenta o Vila Nova.

O América nada teme!

Sérgio Tavares e Ramon Gregório


ASSINE O CANAL E ACOMPANHE O PODCAST AO VIVO: http://www.youtube.com/decadentes/

ASSINE O PODCAST NO SEU SMARTPHONE: iTunes, Android, RSS, DeezerTuneIn

SIGA OS DECADENTES NAS REDES SOCIAIS:
Facebook: http://www.fb.com/DecadentesAMG
Twitter: http://twitter.com/DecadentesAMG
Aplicativo: http://app.vc/decadentes

Decadentes #120 – Cruzeiro 1×0 América (Mineiro 2018)

Zaga segura, ataque ineficiente e meio campo perdido o que de bom e ruim podemos tirar do primeiro desafio do ano?

Download MP3 – Clique com o botão direito do mouse e escolha Salvar como / Save As
ASSINE: iTunes, Android, RSS, DeezerTuneIn


DECADENTES:
Facebook: http://www.fb.com/DecadentesAMG
Twitter: http://twitter.com/DecadentesAMG
Aplicativo: http://app.vc/decadentes

TIME TITULAR
Cláudio Sálvio [Corneta Americana: fb.com/cornetaamericana | twitter.com/claudio_salvio]
Cristiano Mendes [Bravos Americanos: fb.com/bravosamericanos | twitter.com/regis_cristiano]  
Henrique Pinheiro [Geral do Decacampeão: fb.com/Geral.America | twitter.com/geral_america]
Jairo Viana [twitter.com/jairovianajr] 
Ramon Gregório
Sérgio Tavares [twitter.com/stsalviano]
Walisson Fernandes [twitter.com/FernandesWali]

#AcreditaAmérica #DecadentesAMG #Coelhão

Tremer? Aqui não!

Começamos bem o ano. Em quatro partidas pelo Campeonato Mineiro, foram três vitorias e um empate fora de casa contra a URT. Porém, temos um rival também com um bom início de temporada: o Cruzeiro. O time azul tem o mesmo número de pontos e divide a liderança com o América. Então, nada melhor que um embate pra tirar isso a limpo.

O jogo será neste domingo, no Mineirão. Tem problema ser na casa deles? Nenhum! Somos acostumados a jogar água no chopp deles lá. A Copa Sul Minas conquistada lá, com duas vitórias contra eles nas finais, é exemplo disso.

“Ah, mas eles estão em grande fase”. E daí? A melhor década do time azul foi a de 1990. Conquistaram muitos títulos e montaram grandes equipes. E, nos confrontos entre América x Cruzeiro nesta década, sabe quem levou a melhor? Sim, o América! Foram 11 vitórias do Coelhão, 12 empates e 10 vitórias dos azuis.

Se devemos ter respeito pela equipe deles, eles também devem e tem respeito pelo América atual. Somos uma equipe de Série A, dividimos a liderança com eles. Estamos apresentando um bom futebol, vindo de um título nacional, com jovens talentos e um treinador com capacidade de armar bem nossa equipe.

Além disso, quem tem a fama de tremer não somos nós. Pelo contrário. Somos a resistência! Nunca abaixamos a cabeça para a duplinha e não será dessa vez. Já do lado azul, a fama é de sempre tremer em clássicos. E não apenas contra o alvinegro de Vespasiano. Todos em BH sabem da fama do América em surpreender o Cruzeiro.

Então, torcedor americano, vá ao clássico com a cabeça erguida e com confiança! O nosso patamar atual nos permite confiar em um grande resultado no domingo. Deixe a tremedeira para quem está acostumado com isso.

Walisson Fernandes
twitter.com/FernandesWali


ASSINE O CANAL E ACOMPANHE O PODCAST AO VIVO: http://www.youtube.com/decadentes/

ASSINE O PODCAST NO SEU SMARTPHONE: iTunes, Android, RSS, DeezerTuneIn

SIGA OS DECADENTES NAS REDES SOCIAIS:
Facebook: http://www.fb.com/DecadentesAMG
Twitter: http://twitter.com/DecadentesAMG
Aplicativo: http://app.vc/decadentes</str

Decadentes #073 – Especial América 105 Anos – Parte 3

Último capítulo da trilogia americana, fechando os anos 2000 até este 105º ano de existência.

O título da Copa Sul-Minas, o Campeonato Mineiro de 2001, a descida ao inferno do Módulo II e da Série C, até o Centenário e a chegada à redenção atual.

Se é aniversário, que seja homenageado o grande americano Miguel Santiago, que ainda hoje nos brinca com suas colunas, agora online.

BLOG DO MIGUEL SANTIAGO: http://migueldeletra.blogspot.com.br/

Convidados: Mário César Monteiro.

Veja os programas anteriores do Especial América 105 Anos:
Parte 1: https://decadentes.com.br/2017/05/01/decadentes-071-especial-america-105-anos-parte-1/
Parte 2: https://decadentes.com.br/2017/05/08/decadentes-072-especial-america-105-anos-parte-2/

ASSINE: iTunes, Android, RSS
Download MP3 – Clique com o botão direito do mouse e escolha Salvar como / Save As


DECADENTES:
Facebook: http://www.fb.com/DecadentesAMG
Twitter: http://twitter.com/DecadentesAMG
Aplicativo: http://app.vc/decadentes

TIME TITULAR
Cláudio Sálvio [Corneta Americana: fb.com/cornetaamericana | twitter.com/claudio_salvio]
Henrique Pinheiro [Geral do Decacampeão: fb.com/Geral.America | twitter.com/geral_america]
Ramon Gregório
Sérgio Tavares [twitter.com/stsalviano]
Walisson Fernandes

#AcreditaAmérica #DecadentesAMG #Coelhão

Decadentes #072 – Especial América 105 Anos – Parte 2

Segunda parte do Especial de Aniversário do Coelhão, 105 anos, uma conversa sobre a história americana com Marinho Monteiro e Miguel Jabur.

O Campeonato Mineiro de 1957, as Décadas de 60, 70 e 80. O início da Década de 90, com a conquista do Mineiro de 1993, o rebaixamento e a luta contra a CBF em 1994.

Mais um excelente programa, fundamental para qualquer torcedor.

Convidados: Mário César Monteiro e Miguel Jabur (Acervo do Coelho: acervodocoelho.com.br).

ASSINE: iTunes, Android, RSS
Download ,MP3 – Clique com o botão direito do mouse e escolha Salvar como / Save As

Ouça a também primeira parte:
Especial América 105 Anos – Parte 1: https://decadentes.com.br/2017/05/01/decadentes-071-especial-america-105-anos-parte-1/


DECADENTES:
Facebook: http://www.fb.com/DecadentesAMG
Twitter: http://twitter.com/DecadentesAMG
Aplicativo: http://app.vc/decadentes

TIME TITULAR
Cláudio Sálvio [Corneta Americana: fb.com/cornetaamericana | twitter.com/claudio_salvio]
Henrique Pinheiro [Geral do Decacampeão: fb.com/Geral.America | twitter.com/geral_america]
Ramon Gregório
Sérgio Tavares [twitter.com/stsalviano]
Walisson Fernandes

#AcreditaAmérica #DecadentesAMG #Coelhão